• mktagrosystem

LIVE: Como aumentar a qualidade de sua pulverização e reduzir custos?

No dia 27 de maio, realizamos uma live com o tema “Como aumentar a qualidade de sua pulverização e reduzir custos?”. Para discutir esse assunto tão importante, convidamos os nossos parceiros da Raven representados por Everton Fim e Celso Milaneto e o Professor Doutor Marcelo Ferreira, que é especialista em Tecnologia de Aplicação e docente na UNESP Jaboticabal, na disciplina de Tecnologia de Aplicação de Produtos Fitossanitários.

Neste post, vamos compartilhar com você os principais pontos discutidos durante a live, que abordou conceitos da tecnologia de aplicação e também os benefícios do Sistema Hawkweye, solução de pulverização pulsada disponível na Agrosystem.

A tecnologia de aplicação visa aplicar corretamente o produto fitossanitário no alvo, e de forma econômica. Com o advento da eletrônica, a utilização de equipamentos e acessórios com tecnologia de aplicação vem ganhando importância e uma grande sofisticação, com soluções que consideram as irregularidades dos problemas fitossanitários dentro da área e aplicam a quantidade necessária em cada ponto de ocorrência de problema, conseguindo fazer aplicações mais eficientes e gerando redução de custos.


Sabemos que a redução de custos está sempre em evidência no dia-a-dia do produtor rural, principalmente quando o assunto é a pulverização, pois além de ser uma atividade cara, observa-se muitos desperdícios de produtos que diminuem a rentabilidade da operação. O sistema Hawkweye, por exemplo, disponível na Agrosystem, conta com mecanismo de pulverização pulsada, permitindo alcançar diminuição no desperdício de químicos, e consequentemente economia ao produtor.


Durante a LIVE, foi citado o caso de sucesso do sistema Hawkweye em uma usina de cana-de-açúcar de médio porte, com 50 mil hectares de cana colhida para processamento e cerca de R$37,5 milhões gastos apenas com custo de aplicação (ao fazer 2 aplicações na safra com custo médio de R$ 375/ha). Em apenas uma safra utilizando o sistema Hawkweye na Usina, foi possível reduzir em 5% esse custo de aplicação, gerando uma economia de R$1,8 milhões em produtos químicos em uma safra.


Mas como o sistema Hawkeye, com tecnologia de aplicação pulsada, é capaz de trazer essas economias ao produtor rural? Confira abaixo os dois principais motivos.


1. Tamanho da gota em função da velocidade

A utilização do sistema Hawkeye gera significativa redução de custos, embora a porcentagem e valor da redução varie de cultura para cultura, já que cada uma possui suas especificidades. A economia se dá pois o sistema evita disperdicios, aplica a quantidade correta em cada ponto e produz gotas mais uniformes, o que consequentemente gera um rápido retorno do investimento em apenas uma safra, lembrando que ele continuará a ser utilizado por muitas safras, o que gerará ainda mais lucro.

Em máquina convencional sem o sistema de pulsação (demonstrada na Figura 1), o aumento da velocidade muda a taxa de aplicação, causando uma alta variação no tamanho das gotas, tornando-as menores. No exemplo da figura 1, quando a velocidade do pulverizador aumenotu de 14km/h para 20km/h, houve variação de 229% no número de gotas, 232% na densidade de gotas e 173% na coberta percentual quando o pulverizador .

Isso ocorre pois o aumento na velocidade causa maior quebra da gota, que limita a capacidade de operação do pulverizador, além de estar mais sujeito a efeitos como deriva e evaporação, gerando baixa uniformidade.


Quando adicionado o sistema Hawkeye, considerando a mesma elevação da velocidade durante a aplicação, foi possível observar uma maior estabilidade das gotas durante a operação (vide Figura 2), com a variação de somente 21% no número de gotas, 16% na densidade de gotas e 16% na coberta percentual quando o pulverizador .


O fenômeno da quebra da gota decorrente da velocidade pode ser observado mais claramente na Figura 3, na qual é possível observar a comparação do controle da vazão na máquina padrão versus sistema Hawkeye, na qual a variação do tamanho da gota é bem menor e mais controlada, quase sem variação.


Figura 1 – Aplicação em máquina convencional


Figura 2 – Aplicação com sistema Hawkeye


Figura 3 - Comparação da vazão


2. Variação de dosagens


No sistema convencional, toda vez que há variação da velocidade dentro do talhão também há variação da taxa de aplicação, principalmente quando se entra ou se sai de cabeceira e é necessário diminuir a velocidade para fazer a curva ou aumentar para dar o tiro no talhão de fato.


Na Figura 4, é possível identificar em verde os locais onde a taxa de aplicação foi ideal (200 litros), em amarelo onde a taxa de aplicação foi abaixo do ideal e em verde escuros e rosa onde a taxa de aplicação foi maior que o ideal. Nota-se claramente pela Figura 4 a maior uniformidade na aplicação utilizando o sistema Hawkeye.


Vale ressaltar que nos pontos amarelos podem se formar zonas de baixa eficiência de controle e se formar focos de infestação dentro do próprio talhão, além de favorecer o aparecimento de populações mais resistentes. Já nos pontos verde escuros e rosa, o produto aplicado em excesso causar fitotoxidez severa nas plantas, reduzindo seu potencial produtivo.




Figura 4 – Mapas de comparação.


Com a instalação do sistema Hawkeye, nota-se que a distribuição das cores no mapa é muito mais uniforme, com a predominância da cor verde, ou seja, a distribuição do químico foi feita de forma adequada dentro da área. Mesmo que a quantidade de produto total aplicado seja o mesmo para ambos os mapas, não havendo economia de produto, o que é interessante ressaltar é que a produtividade será maior com o sistema Hawkeye, uma vez que o produto foi melhor distribuído, gerando maior desempenho da operação.

3. Conclusão


O sistema Hawkeye de Controle de Bico Hawkeye é a inovação da tecnologia para o controle de aplicação do seu pulverizador. Este sistema de controle de produto baseado em pressão permite a aplicação precisa do pulverizador em uma variedade de condições, reduzindo o desvio da pulverização e obtendo o máximo de cada bico, que é controlado por sua própria válvula, fornecendo um padrão de pulverização consistente, à medida que a velocidade e as condições mudam, gerando economia ao produtor e retorno rápido do investimento através de redução dos custos com produtos químicos.

Gostou dos insights abordados?

Clique aqui e acompanhe a nossa LIVE na integra.

Como são os resultados da sua pulverização? Deixe aqui nos comentários. Até o próximo post.

Juliana Delgado – Engenheira Agrônoma, Universidade Estadual Paulista (UNESP).

24 visualizações

MATRIZ

Rua José Antônio Rosas, 315
Parque Industrial Lagoinha

Ribeirão Preto - SP
CEP: 14095-160
55 16 3434.3800

Horário de funcionamento:
De Segunda a Sexta das 8h às 18h

FILIAIS

Rondonópolis - MT

Lucas do Rio Verde - MT

Patos de Minas - MG

Videira - SC

FALE AGORA COM NOSSO TIME COMERCIAL

  • Facebook
  • Instagram
  • LinkedIn
  • YouTube
© 2020 - Agrosystem - Todos os direitos reservados